Canadá impõe mais sanções à Rússia

O Canadá impôs uma nova rodada de sanções à Rússia, incluindo restrições às exportações de tecnologia de energia, como parte de seu esforço para pressionar o presidente russo Vladimir Putin pelo envolvimento no conflito na Ucrânia.

Estadão Conteúdo

20 Dezembro 2014 | 15h56

Em comunicado, o primeiro-ministro canadense Stephen Harper afirmou que as sanções "estão colocando pressão econômica real sobre a Rússia para que cesse o militarismo em território ucraniano."

"O Canadá não vai aceitar a ocupação ilegal da Crimeia e a persistente e provocativa atividade militar no leste da Ucrânia", disse Harper, advertindo que o seu país está pronto para tomar novas medidas em conjunto com aliados e parceiros, se necessário.

O mais recente movimento do governo canadense inclui novas restrições à exportação de tecnologias utilizadas na exploração de petróleo da Rússia, como tubos de ferro ou de aço utilizados em oleodutos, ferramentas e torres de perfuração e plataformas de produção. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Canadásanções

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.