Canadá pode suspender embargo na segunda-feira

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Luiz Carlos de Oliveira, informou há pouco à Agência Estado que o diretor-executivo da Agência de Inspeção Alimentícia do Canadá, Brian Evan, disse a ele, por telefone hoje à tarde, que há possibilidade de aquele país levantar, já na segunda-feira, o embargo à carne bovina brasileira. Disse, ainda, que pode nem ser necessário enviar uma missão técnica canadense ao Brasil. Segundo Oliveira, Brian Evan afirmou que os documentos enviados pelo governo brasileiro sobre o controle exercido pelas autoridades sanitárias sobre a Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB, ou "vaca louca") "são consistentes" e que "a documentação demonstra que o sistema de vigilância sanitária do Brasil é eficiente". O diretor da agência canadense concedeu uma entrevista à imprensa de seu país, hoje pela manhã, na qual declarou que "o Brasil tem um sistema de vigilância sanitária eficiente, que a carne brasileira é segura e que o consumidor canadense não tem o que temer". Ainda segundo Oliveira, Brian Evan se ofereceu para ajudar a recuperar a imagem da carne brasileira no mercado externo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.