Cancelar o débito automático será mais rápido

O diretor de Normas do Banco Central, Sérgio Darcy, disse há pouco que o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje uma alteração no Código de Defesa do Consumidor Bancário para facilitar o cancelamento das ordens de débito automático em conta corrente. "Estamos dando 60 dias para que os bancos ajustem seus contratos com as empresas conveniadas para que o cancelamento do débito em conta seja feito no momento em que o cliente solicitar", disse Darcy.O diretor explicou que atualmente há uma demora do cancelamento do serviço porque muitas vezes a empresa conveniada não encaminha ao banco a determinação do encerramento do débito automático. Ele também informou que foi aprovado pelo CMN outra alteração no Código de Defesa do Consumidor Bancário sobre fornecimento de produtos bancários aos clientes de instituições financeiras. "É obrigatória a existência de uma confirmação objetiva do cliente para que o produto seja efetivamente considerado de uso do cliente", disse Darcy.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.