finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Candidato à direção do FMI virá ao Brasil

O ex-ministro da Economia francês Dominique Strauss-Kahn começa hoje um giro por países emergentes, incluindo o Brasil, para promover sua candidatura à direção do Fundo Monetário Internacional (FMI). Os países emergentes têm questionado a regra pela qual a Europa indica o diretor do FMI e, os Estados Unidos, indica o do Banco Mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.