Patricia Cruz/Estadão
Patricia Cruz/Estadão

Caoa cria empresa própria na área de seguros, em parceria com a Wiz

Serviço será oferecido por toda a rede de revendas do grupo que pretende anunciar novos projetos ao longo do ano; por enquanto, compra da fábrica da Ford não está em discussão, diz Mauro Correia

Cleide Silva, SÃO PAULO

21 de janeiro de 2021 | 21h44

O Grupo Caoa segue ampliando sua atuação em novos negócios e, nesta sexta-feira, 21, anunciou a criação da Caoa Seguros, que vai atuar no segmento em parceria com a Wiz, maior companhia do País no ramo de produtos financeiros e distribuição de seguros, com carteira de mais de 100 mil veículos e faturamento anual de R$ 1 bilhão.

“Hoje atuamos com corretoras do mercado, mas queremos ter a nossa própria para oferecer mais qualidade de serviço, preço competitivo e o melhor pacote para nossos clientes de veículos”, diz o presidente da Caoa, Mauro Correia. O grupo espera vender cerca de 120 mil veículos neste ano e, segundo o executivo, atualmente entre 35% a 40% dos clientes adquirem o seguro junto com a compra do veículo.

O grupo Caoa tem uma rede de distribuição com 233 concessionárias, sendo 156 próprias das marcas Hyundai, Caoa Chery e Subaru. Também é o maior revendedor Ford do País, com 11 revendas. Correia afirma que, por enquanto, não há planos de desativar nenhuma delas em razão do fechamento das fábricas da montadora no País, já que ela continuará importando carros da marca.

A Caoa também produz veículos em São Paulo (Chery) e em Goiás (Hyundai) e tem unidades de consórcio e de locação de veículos. “Queremos ter várias empresas satélites do negócio de automóveis”, afirma Correia, acrescentando que há novos projetos para este ano, mas ele prefere não revelar ainda.

Questionado se entre eles está a compra das instalações da Ford em Camaçari (BA), respondeu que no momento “não há nenhuma negociação nesse sentido”.

Plataforma tecnológica

“Vamos constituir a maior operação de seguros automotivos no País”, afirma Heverton Peixoto, presidente da Wiz. Segundo ele, a empresa tem a maior plataforma tecnológica nas áreas em que atua, desenvolvida por três empresas de tecnologia do grupo.

Ele explica que a Wiz sempre trabalha em sociedade com outras empresas que usam suas próprias marcas, entre elas Caixa, Banco Inter e BMG. “São mais de 680 marcas com 13 mil pontos de venda e 2,4 mil funcionários”, informa. O grupo tem mais de 85 mil investidores pessoas físicas.

A Caoa Seguros tem 50% de participação da Caoa e 50% da Wiz Conseg. A Wiz vai investir R$ 10 milhões no negócio. Segundo Peixoto, o plano futuro é estender os serviços da nova empresa para outros ramos além do automotivo. A empresa brasileira tem 47 anos de atuação no País e ações listadas na B3 desde junho de 2015.

Diversificação de negócios

Peixoto explica que a joint venture faz parte do processo de expansão inorgânica e diversificação de negócios da Wiz, que tem como objetivo consolidar a companhia como a maior distribuidora de produtos financeiros e seguros do País. “A união com a Caoa possibilitará ganhos operacionais para as duas companhias”, diz ele, acrescentando que, futuramente, a ideia é expandir a atuação da Caoa Seguros para além do setor automotivo.

 “A Caoa Seguros irá explorar todos os modelos de venda (presencial, remoto e digital) por meio de equipes especializadas na oferta de seguros atrelados ao financiamento de veículos, seguro auto, prestamista, entre outros, além de atuar em toda a esteira de pós-venda dos produtos”, afirma Alexandre Kalache, diretor executivo da Wiz Conseg. 

Tudo o que sabemos sobre:
CaoaHyundaiFord

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.