Capital Economics: alta da Selic está perto do fim

A decisão do Banco Central de diminuir o ritmo de alta dos juros é o sinal mais claro de que o ciclo de aperto monetário está perto do fim, afirmou a consultoria britânica Capital Economics.

LUÍS LIMA, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2014 | 10h08

Na reunião de quarta-feira, 26, o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, elevar em 0,25 ponto porcentual a Selic, para 10,75% ao ano, em linha com as expectativas do mercado. O anúncio aconteceu após seis altas consecutivas de 0,5 ponto porcentual.

Segundo a consultoria, a decisão foi motivada por fatores como o desaquecimento da inflação do fim do ano passado para o início deste ano e o baixo nível de crescimento da economia.

Para a próxima reunião do Copom, marcada para os dias 01 e 02 de abril, a Capital Economics prevê mais uma alta de 0,25 ponto porcentual, o que, se confirmado, elevaria a Selic para 11%.

Tudo o que sabemos sobre:
BCcopomCapital Economics

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.