Captação da poupança até novembro é a maior desde 1997

Caderneta brasileira acumula saldo positivo de R$ 24,244 bilhões nos onze primeiros meses do ano, segundo BC

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

07 de dezembro de 2007 | 12h20

A caderneta de poupança registrou captação líquida de R$ 24,244 bilhões até novembro, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira, 7. Esse é o maior valor já registrado desde 1997, quando foram captados R$ 13,189 bilhões durante os 12 meses. No ano passado, a captação líquida da caderneta somou R$ 6,472 bilhões. Apenas no mês passado a captação líquida foi de R$ 2,717 bilhões, 50,3% maior que o fluxo positivo registrado em outubro. Com o ingresso de recursos no mês passado e o rendimento das poupanças existentes, o saldo de todas as cadernetas somou R$ 224,957 bilhões ao final de novembro. Novembro foi o 15º mês seguido de captação líquida da poupança, o maior período ininterrupto desde o início do Plano Real. No decorrer do mês, foram registrados depósitos de R$ 89,724 bilhões e retiradas que somaram R$ 87,006 bilhões. Houve, ainda, rendimento das cadernetas existentes de R$ 1,144 bilhão. No mês, o recorde histórico de captação ainda é o de dezembro de 2006, quando houve ingresso líquido de R$ 7,432 bilhões. Neste ano de 2007, o melhor resultado mensal foi registrado em setembro, quando os depósitos superaram os saques em R$ 4,185 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Poupança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.