Captação da poupança chega a R$ 18,8 bi no ano e bate recorde

Em maio, contudo, os depósitos superaram os saques em R$ 5,6 bi, um volume 10% menor que o mesmo mês um ano antes

Célia Froufe e Eduardo Cucolo, da Agência Estado,

06 de junho de 2013 | 17h09

BRASÍLIA - A caderneta de poupança registrou captação líquida positiva de R$ 5,625 bilhões em maio, segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC). Os depósitos no mês passado somaram R$ 119,324 bilhões, enquanto os saques totalizaram R$ 113,699 bilhões. O volume de ingresso líquido na poupança em maio ficou 10,17% menor do que o verificado em igual mês do ano passado, quando houve um recorde de R$ 6,262 bilhões da série histórica do BC, iniciada em 1995. Foi justamente em maio de 2012 que o governo alterou as regras de rentabilidade da poupança.

No acumulado de janeiro a maio de 2013, os depósitos superaram os saques em R$ 18,822 bilhões, acima do recorde anterior de R$ 10,369 bilhões, verificado nos cinco primeiros meses de 2012. A captação líquida representa crescimento de 81% no ano até maio em relação ao mesmo período de 2012. Neste ano até o mês passado, os depósitos somaram R$ 555,131 bilhões e os saques, R$ 536,308 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
poupancacaderneta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.