Captação líquida da poupança é a maior em dez anos

Captação de recursos soma R$ 33,379 bilhões durante o ano de 2007, o maior valor desde 1997

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

08 de janeiro de 2008 | 17h05

A poupança encerrou o ano de 2007 com captação líquida de R$ 33,379 bilhões, o maior valor desde o ano de 1997, quando havia somado R$ 13,189 bilhões. O número é resultado de depósitos que somaram R$ 1,028 trilhão e retiradas de R$ 995,141 bilhões.  Apenas no mês de dezembro a captação líquida foi de R$ 9,134 bilhões, o que totalizou estoque de R$ 235,261 bilhões em todo o setor. Em dezembro de 2006, a captação havia sido de R$ 7,432 bilhões. Conforme dados do Banco Central, o mês teve depósitos que somaram R$ 108,297 bilhões e retiradas de R$ 99,163 bilhões. Além disso, as cadernetas de poupança tiveram rendimento de R$ 1,169 bilhão no acumulado de dezembro. Com o saldo de dezembro, a poupança completou 16 meses seguidos com captação positiva. Nesse período, os depósitos superaram os saques em R$ 46,764 bilhões.

Mais conteúdo sobre:
Poupança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.