Caravanas de jipes abre caminho da Interoceânica

O presidente do Peru, Alejandro Toledo, participou sexta-feira da cerimônia que marcou a saída de uma caravana de 40 jipes que percorrerá, durante 13 dias, os 2.600 quilômetros da futura Rodovia Interoceânica, que ligará Peru e Brasil.Toledo declarou que a Interoceânica "é um sonho amplamente esperado", porque beneficiará cerca de cinco milhões de peruanos que vivem nos departamentos de Cuzco, Ayacucho, Tacna, Arequipa, Moquegua, Puno, Apurímac e Madre de Dios, no sul do país.No próximo dia 18 de junho, Toledo e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reunirão com os integrantes da caravana na cidade de Iñapari, na fronteira entre os dois países, para participar da cerimônia de retorno a Lima.A estrada é definida como a mais importante obra de infra-estrutura viária do Peru e que irá dinamizar o comércio, a indústria e o turismo do país.A via permitirá ao Brasil exportar seus produtos com destino à Ásia por três portos peruanos - Ilo, Matarani e Marcona - no Oceano Pacífico, enquanto possibilitará ao Peru o acesso aos mercados brasileiros e ao Atlântico.A maior parte do financiamento será coberta pelo Brasil. Também haverá contribuições da Corporação Andina de Fomento (CAF) e do Peru. A Interoceânica integrará os dois países entre a cidade brasileira de Assis, no Estado do Acre, e Iñapari, em Madre de Dios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.