Carga tributária caiu no 1º ano do governo Lula

A carga tributária bruta em porcentual do Produto Interno Bruto (PIB) caiu no primeiro ano do governo Lula, segundo divulgou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2003, o porcentual foi de 34%, ante 34,9% no ano anterior. Por esfera de governo, a carga do governo federal passou de 23,9% do PIB em 2002 para 23,1% em 2003. Na esfera estadual a redução foi de 9,3% para 9,2% e, na esfera municipal, houve um pequeno aumento de 1,6% em 2002 para 1,7% em 2003. Por outro lado, apesar da diminuição da carga sobre o PIB, houve aumento de 13% da receita tributária em 2003 ante 2002. A expansão foi menor, entretanto, do que havia sido registrada em 2002 sobre 2001 (17%) já que, segundo o IBGE, no ano de 2002 houve cobrança de novos impostos não existentes em 2001 e, além disso, em 2003 houve muitos ganhos de ações judiciais de contribuintes que questionavam cobranças de tributos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.