Carl Icahn vende quase três milhões de ações da Netflix

O investidor bilionário Carl Icahn vendeu mais de metade de sua participação na Netflix por quase US$ 1 bilhão nos últimos dias, afirmando que era "a hora de colocar algumas cartas na mesa."

AE, Agencia Estado

23 de outubro de 2013 | 05h48

Os papéis da Netflix mais do que quadruplicaram desde que Icahn investiu na empresa no ano passado. Inicialmente as ações valiam aproximadamente US$ 58, enquanto valem atualmente cerca de US$ 322. Em 2012, Icahn pagou US$ 323 milhões por 10% de participação na companhia.

De acordo com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês), Icahn vendeu cerca de três milhões de ações da Netflix entre 10 de outubro e esta terça-feira. Avaliando que as ações oscilaram entre US$ 304 e US$ 341, estima-se que o executivo arrecadou quase US$ 1 bilhão com a venda. Ainda assim, Icahn mantém uma participação de 4,5% na Netflix.

A notícia da venda das ações por Icahn veio um dia depois de a Netflix informar que o seu lucro no terceiro trimestre mais que quadruplicou, uma vez que continuou a adicionar assinantes em todo o mundo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
euaicahnnetflix

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.