Fiesp/Acervo
Fiesp/Acervo

Carlos Eduardo Moreira Ferreira, ex-presidente da Fiesp, morre aos 83 anos

Ferreira também foi deputado federal, vice-presidente do CNI e um dos responsáveis pelo Telecurso 2000; ele deixa mulher e quatro filhos

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de maio de 2022 | 20h58

Carlos Eduardo Moreira Ferreira, ex-presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e ex-deputado federal, morreu neste domingo, 1º, aos 83 anos.

Ferreira foi presidente da Fiesp em 1992, em uma gestão marcada pela luta por desoneração tributária para a indústria. Foi também um dos responsáveis pela criação e lançamento do programa de educação à distância Telecurso 2000, em parceria com Seis, Senai e Fundação Roberto Marinho. O programa atingiu cerca de 30 milhões de brasileiros fora do sistema escolar. No ano de 1998, Ferreira foi eleito deputado federal pelo PFL (hoje chamado Democratas). 

O advogado ocupou o cargo de vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e chegou a assumir interinamente a presidência da entidade, em 1998. Ferreira deixa mulher e quatro filhos. A organização privada e sem fins lucrativos Firjan lamentou a morte do ex-presidente da Fiesp.

"A Firjan lamenta com profundo pesar a morte neste domingo (01/05) do empresário Carlos Eduardo Moreira Ferreira, ex-presidente da Fiesp, ex-vice-presidente da CNI e ex-deputado federal", disse, em nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.