Carrefour deve vender operações na China

Negócio poderá envolver uma oferta pública inicial de ações em Hong Kong

O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2013 | 02h15

O Carrefour estuda a venda de seus negócios na China e em Taiwan, que poderá envolver uma oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) em Hong Kong, ou a formação de uma parceria com alguns desses ativos e outra companhia, segundo fontes de mercado. O IPO poderia ser de até US$ 1 bilhão, afirmou uma das fontes, acrescentando que os planos do Carrefour ainda estão em fase preliminar. O plano é encontrar um futuro sustentável para os negócios da companhia na China e em Taiwan.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.