Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Carro elétrico é solução para o futuro, defende Angela Merkel

Chanceler da Alemanhã reitera na abertura do Salão de Frankfurt o compromisso do país de ter um milhão de carros eletrônicos até 2020

12 de setembro de 2013 | 10h51

FRANKFURT - A chanceler alemã Angela Merkel afirmou nesta quinta-feira, 12, que o automóvel elétrico terá um papel cada vez mais importante no futuro, como resposta à meta de harmonizar as necessidades de mobilidade com a ecologia.

A declaração foi feita na abertura oficial do Salão do Automóvel de Frankfurt, o mais importante evento da indústria automobilística mundial, ao lado do Salão de Paris.

Os carros elétricos e híbridos são destaque deste ano. Os híbridos associam a motorização elétrica aos combustíveis convencionais, colaborando para reduzir a emissão de poluentes.

Angela Merkel destacou em seu discurso que em 2012 a produção mundial de veículos cresceu 12%. Segundo ela, a tendência deve se manter este ano.

Merkel disse que também cresce no mundo a consciência sobre "a finitude dos recursos naturais", o que obriga a indústria a buscar novas soluções.

No caso alemão, a meta continua sendo a de ter um milhão de veículos eletrônicos até 2020. Para tanto, disse a chanceler, é necessário que o setor prossiga com esforços em  pesquisa e que o governo garanta a infraestrutura necessária.

"Acredito que vamos pelo bom caminho, com cada vez mais carros elétricos, e vamos garantir a infraestrutura necessária", afirmou Merkel.

Mobilidade. O tema da mobilidade e dos veículos elétricos e híbridos é um dos destaques em Frankfurt este ano, ao lado dos debates sobre avanços da comunicação e de itens de segurança veicular.

Uma das atrações do Salão é o BMW elétrico, o i3, o primeiro a ser comercializado na Europa. O carro é fabricado com alumínio e carbono, produtos que revolucionam o sistema de produção da indústria automobilística mundial.

O mesmo processo será usado no i8, um esportivo híbrido e conversível, que será próximo lançamento após o i3.

A fabricante californiana Tesla também está desenvolvendo um modelo elétrico denominado S para o mercado da Europa.

O modelo esportivo de alta performance tem autonomia de até 500 quilômetros, com papacidade para 5 ou 7 passageiros, e já foi lançado no mercado americano para competir com as rivais Audi, Mercedes e BMW.

A Volkswagen vai lançar este ano e no ano que vem 14 modelos elétricos e híbridos. Se houver demanda, a empresa diz ter mais 40 modelos preparados para receber esta nova tecnologia.

Outras marcas como a Lexus, Infiniti, Peugeot, Citroen e Toyota também apresentam modelos com novas tecnologias de propulsão ambientalmente corretas.

No interior dos veículos, o Salão mostra também uma revolução com novos comandos digitais e sistemas de conectividade que auxiliam no conforto e segurança.

Tudo o que sabemos sobre:
veículos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.