Carros: 80% das vendas devem ser financiadas

Pelo menos 80% das vendas de veículos previstas para este ano será efetivada por meio do crediário. Juros em queda e manutenção da estabilidade econômica estão incentivando os consumidores brasileiros a optarem pelo financiamento. De um total de 1,6 milhão de veículos novos que devem ser vendidos neste ano - segundo previsão das montadoras - só 320 mil serão pagos à vista, de acordo com previsões da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef). No ano passado, 76% das vendas do setor foram financiadas, um aumento de 26,6% em relação a 1999. Os bancos das montadoras foram responsáveis por mais da metade dos financiamentos em 2000. Nas modalidades de Crédito Direto ao Consumidor (CDC) e leasing, essas instituições financiaram 584.289 veículos, número recorde para o setor. Foram disponibilizados R$ 7,24 bilhões em crédito, 15% acima do valor inicialmente previsto. Neste ano, o montante deve chegar a R$ 8,5 bilhões.O presidente da Anef, Fernando Mascarenhas, calcula que os bancos das montadoras deverão financiar 640 mil veículos neste ano. A carteira de clientes encerrou 2000 com 1,028 milhão de contratos, 5,1% a mais que no ano anterior. "O mercado de veículos é movido à operação de financiamento", disse. O juro médio cobrado dos carros ficou em 1,9%, ante 2,36% em 1999. Caso o Banco Central anuncie nova redução da taxa Selic, Mascarenhas disse que o repasse ao consumidor não será significativo. "Já estamos operando com taxas reduzidas e, no momento, não há espaço para quedas substanciais."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.