Cartão de crédito: risco menor na Internet

Os internautas têm mais uma opção de segurança para compras de crédito pela Internet. A Visa do Brasil, em conjunto com alguns dos maiores emissores da bandeira no País, lançou em agosto do ano passado o programa Comércio Eletrônico Seguro Visa, produto que promete reduzir o risco nas compras virtuais para clientes da empresa. A nova tecnologia garante proteção completa em qualquer transação feita pelo sistema Visa. "O cliente praticamente não corre risco de ter o número de seu cartão utilizado sem autorização. O processo elimina riscos de fraudes", avalia o diretor-executivo de produtos da Visa do Brasil, Fernando Castejon. Tanto o consumidor quanto o estabelecimento comercial são credenciados pela Visa, recebendo certificados digitais com informações criptografadas, ou seja, em código secreto. Isto significa que o número do cartão do portador não circula mais pela Internet pois, por meio do certificado, o estabelecimento comercial recebe apenas uma autorização com garantia da Visa. A Visa investiu mais de US$ 10 milhões entre desenvolvimento técnico e comunicação e uniu-se às principais instituições financeiras do Brasil - Bradesco, Banco do Brasil, Banco Real, Credicard, Lloyds Bank, Banco Bandeirantes e Itaú. O Comércio Eletrônico Seguro Visa é baseado no protocolo SET - Secure Electronic Transaction - desenvolvido pela Visa em conjunto com outras instituições de meios de pagamento eletrônicos e empresas de tecnologia, de segurança nas compras de comércio eletrônico com cartão de crédito na rede. Segundo informações de Castejon, cerca de 350 lojas virtuais participam do programa. O cadastradamento pode ser feito no site da Visa (veja o link abaixo).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.