Cartões de crédito: guerra de gigantes

O Departamento de Justiça (DJ) dos Estados Unidos deu entrada ontem em um processo contra as administradoras de cartões de crédito Visa e MasterCard por supostas práticas comerciais monopolistas. O DJ, que conseguiu a condenação da Microsoft, acusa as empresas de haver pressionado os 8.500 bancos associados às suas redes no sentido de não utilizarem marcas concorrentes, como American Express e Discovery. As companhias acusadas controlam 75% do mercado norte-americano de cartões de crédito.A intenção do DJ é que o juiz ordene às duas empresas que não incluam representantes de bancos em seus conselhos de administração. O advogado da MasterCard, Ken Gallo, considerou as acusações "irônicas". Ele acrescentou que a empresa opera em um mercado extremamente competitivo e que não há provas de que os consumidores são prejudicados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.