Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Casa Branca apoia socorro de US$ 25 bilhões às montadoras

Proposta de senadores republicanos precisa de ação rápida para ir à votação em plenário ainda este ano

Suzi Katzumata,

19 de novembro de 2008 | 19h22

A Casa Branca expressou seu apoio a uma proposta republicana no Senado para redirecionar US$ 25 bilhões em fundos já reservados para as montadoras americanas, alertando que, sem uma ação rápida, os congressistas "carregarão a responsabilidade" por qualquer coisa que aconteça ao setor.  A porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, disse que a proposta lançada pelos senadores republicanos George Voinovich e Kit Bond vai reunir o apoio bipartidário se for conduzido à votação em plenário. "Apoiamos a emenda Bond-Voinovich, o que nos preocupa é que o Congresso pode se despedir sem agir sobre a questão", disse Perino.  O líderes democratas querem construir um socorro para as montadoras do Programa de Alívio de Ativos Problemáticos (Tarp) de US$ 700 bilhões do Departamento do Tesouro, uma idéia que enfrenta forte oposição da Casa Branca e dos republicanos no Congresso.  Perino disse que a proposta Bond-Voinovich "não privaria o programa do Tesouro dos fundos tão necessários para ajudar a salvar e fortalecer o sistema financeiro" e exigirá que as montadoras façam "escolhas difíceis" em direção à viabilidade financeira. Ela repetiu que os republicanos "não têm apetite" para usar fundos do Tarp para as montadoras.  Os executivos das Três Grandes de Detroit, Ford Motor,General Motors e Chrysler, voltaram ao Congresso nesta quarta-feira para pressionar os legisladores a concederem uma assistência ao setor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.