Casa do Pão de Queijo testa mercado norte-americano

A Casa do Pão de Queijo, rede de franquias com 400 lojas, está começando a levar seus produtos para os Estados Unidos. Desde abril, funciona dentro de uma loja de conveniência no sistema ´store in store´ uma espécie de posto avançado da rede. No local são vendidos quase todos os produtos do cardápio, com exceção de alguns folhados. Miami foi a cidade escolhida como porta de entrada para o mercado norte-americano. O motivo, de acordo com a gerente nacional de expansão, Renata Rouchou, foi a similaridade dos produtos brasileiros com a cultura da região, tradicional reduto hispânico.A internacionalização da rede está sendo bem cautelosa, adverte Renata, em razão dos riscos que uma experiência malsucedida pode acarretar à marca. Além disso, a comercialização de alimentos fora do Brasil, sobretudo quando todos os produtos são importados, esbarra em barreiras alfandegárias, é uma operação complexa (cada país tem uma legislação diferente) e ainda exige atenção quanto ao menu, que muitas vezes precisa ser regionalizado.Em Portugal, por exemplo, onde a Casa do Pão de Queijo chegou em 2000 e tem cinco unidades, ela precisou se adaptar ao hábito local de se tomar café com algum acompanhamento doce. Ou seja, a tradição brasileira do café com pão de queijo não se repetiu no mercado português. Lá também os recheios do produto são um pouco diferentes, até porque nem todos que estão no cardápio brasileiro podem ser exportados.Embora os resultados em Portugal estejam sendo bons, a expansão é cautelosa e ainda está exigindo ajustes. No começo, a empresa optou por um master franqueado, mas agora está revendo o sistema porque a comercialização de unidades não pode ser tão acelerada como aqui, o que frustra o parceiro local.A loja em Miami permanecerá em teste até o final do ano. Neste intervalo a empresa não pretende fazer outras investidas nos EUA. "Para exportar, temos de tirar o foco do mercado nacional, por isso estamos indo devagar", justifica. Renata argumenta que, apesar da grande penetração da rede no Brasil, ainda há muitos locais para se explorar no País.A Casa do Pão de Queijo foi fundada há 37 anos e se transformou em franquia em 1988. No ano passado, a rede faturou R$ 160 milhões, cerca de 5% mais que em 2002. Além de 400 lojas, a rede ainda tem 800 torres, espécies de vitrines com produtos da rede instaladas em outros tipos de estabelecimentos. Está presente em 17 Estados brasileiros. O projeto de expansão para este ano prevê a abertura de mais 60 lojas e instalação de 400 torres.O investimento inicial em uma franquia da Casa do Pão de Queijo varia de R$ 77 mil para lojas de 10 m2 a 20 m2 no formato "store in store" até R$ 175 mil, para lojas de até 120 m2. O retorno ocorre em cerca de 24 meses. O faturamento médio de uma unidade é R$ 30 mil.

Agencia Estado,

02 de julho de 2004 | 13h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.