Casaquistão fecha exportações de derivados de petróleo

O Casaquistão anunciou hoje que suspendeu as exportações de todos os tipos de produtos refinados de petróleo. Assim, o país da região central da Ásia engrossa um grupo de países que estão alterando suas políticas comerciais para tentar reter produtos e conter a alta de preços domésticos. O anúncio, feito pelo primeiro-ministro Karim Masimov durante um encontro do governo, ocorreu dias após partidos de oposição pedirem a renúncia de seu governo em razão da piora do clima econômico.O Casaquistão tem amplas reservas de gás e petróleo, mas o aumento dos preços dos produtos para os consumidores de diesel e outros combustíveis está gerando efeitos colaterais para o setor agrícola do país. O aumento dos preços do diesel e gasolina superou a taxa de inflação nos últimos meses. A inflação local deve atingir a taxa de variação do ano passado, que foi de 18%. Membros da indústria insistem que os custos dos combustíveis são motivados pela demanda externa, mas o chefe do órgão antimonopolista afirmou que acredita na prática de preços cartelizados para parte dos combustíveis.Anteriormente, o governo do país já havia banido as exportações de trigo do país até setembro deste ano para atenuar a alta dos preços da commodity internamente. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.