Catalunha fará ato no Brasil por independência

O governo da Catalunha vai transportar ao Brasil sua campanha por uma independência da Espanha. O presidente catalão, Artur Mas, deverá liderar em 2013 uma missão de empresários apenas da região para uma viagem pelo Brasil. O argumento será a promoção das exportações catalãs ao mercado brasileiro. A viagem, ainda sem data fechada para ocorrer, será usada para costurar alianças em prol de seu objetivo de se separar da Espanha.

BARCELONA, O Estado de S.Paulo

15 de dezembro de 2012 | 02h05

O presidente catalão fechou há poucos dias um acordo com outros partidos independentistas para que, até 2015, um referendo seja organizado questionando a população se a independência é desejada ou não. Há poucos meses, ele apresentou seu projeto em eventos em Bruxelas para parceiros europeus e numa demonstração de que uma eventual separação não representaria um afastamento da União Europeia.

Agora, quer o apoio latino-americano. "Vamos certamente levar o tema para a região (latino-americana)", disse Mas para os jornalistas brasileiros. Uma Câmara de Comércio Brasil-Catalunha já foi criada e a meta é a de expandir as relações bilaterais, sem passar por Madri. Hoje, um terço das exportações espanholas passam pela Catalunha.

Nessa semana, o presidente catalão usou a passagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por Barcelona para receber um prêmio e transformar a ocasião em um palanque em prol da independência. Jornais que apoiam a separação da Espanha chegaram a apontar que Lula afirmou que a Catalunha era "exemplo de liberdade".

Lula foi cuidadoso em não tocar na polêmica separatista. Ainda assim, Mas insistiu: "Presidente Lula, o senhor pode ficar tranquilo que, até a Copa de 2014 no Brasil, a Catalunha ainda não terá uma seleção nacional". / J.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.