CBIC quer reformar ministérios para ganhar eficiência

Um projeto para transformar 16 prédios de ministérios, em Brasília, em ambientalmente sustentáveis está sendo preparado, de acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Segundo o presidente da entidade, Paulo Safady Simão, a CBIC apresentou as sugestões ao governo e o Ministério do Planejamento já está preparando a minuta de licitação de uma Parceria Público Privada (PPP) com esse objetivo.

ADRIANA CHIARINI, Agencia Estado

04 de setembro de 2009 | 17h11

"A ideia é dar mais eficiência energética, um uso adequado de água, modernizar os equipamentos e tentar fazer o prédio com emissão de carbono zero. Não sei se é possível chegar a zero, porque são prédios antigos, mas é possível pelo menos diminuir as emissões de gases de efeito estufa. Já existem hoje, por exemplo, vidros que diminuem demais o uso do ar condicionado", afirmou Simão à Agência Estado.

No projeto chamado de "Esplanada Sustentável", inicialmente, seriam reformados dois prédios do Ministério do Planejamento. Simão disse que ainda não há estimativas de custos e afirmou que o governo pagaria com a liberação de terrenos em Brasília para a construção de imóveis. De acordo com Simão, "os prédios antigos são verdadeiros vilões na emissão de gases de efeito estufa".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.