José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

CBMM é a grande vencedora do Empresas Mais 2020

Prêmio do 'Estadão', desenvolvido em parceria com a FIA e a Austin Rating, analisou balanços de 3.150 companhias

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2020 | 10h33

A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) levou o troféu de empresa do ano do Empresas Mais 2020, premiação promovida pelo Estadão, além do primeiro lugar nas categorias Metalurgia e siderurgia, Alto impacto, Altíssimo impacto e o regional Sudeste. Desenvolvido em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA) e a Austin Rating, o prêmio analisou os balanços de 3.150 companhias para definir as que tiveram os melhores resultados em cada segmento de atuação.

Além da CBMM, outras 92 companhias foram premiadas em 38 categorias. Entre os vencedores estão empresas como Rede D’Or São Luiz, ArcelorMittal, Renault, Shell, Localiza, Vivo e Tramontina, entre outras.

O diretor executivo da CBMM, Eduardo Ribeiro, afirmou que vencer o Empresas Mais reflete o trabalho da companhia focado em crescer sempre por meio da tecnologia. “Essa é uma grande conquista para todos os funcionários e parceiros da CBMM."

Na categoria melhor banco, o Bradesco ficou na primeira colocação. O presidente da instituição financeira, Octavio de Lazari, destacou que receber o prêmio em um ano difícil como o de 2020 tem um “valor superlativo”. “Nosso objetivo foi ser solidário com clientes e sociedade, mantivemos nossos compromissos com os mandatos conferidos pelos acionistas e investidores e, sobretudo, acreditarmos no Brasil”, afirmou. “Seremos capazes de vencer os obstáculos que estão aí. São razões de sobra para nos sentirmos honrados e até emocionados com esta premiação conferida, neste momento de dificuldade, por uma casa como o Estadão, cuja tradição de credibilidade e seriedade é sua maior marca secular", acrescentou.

Para Renato Lulia, diretor de relações com investidores do Itaú Unibanco, foi importante, em 2020, ter colocado em prática rapidamente um plano de trabalho focado em prover sustentabilidade e apoio aos clientes para atenuar os efeitos da covid-19. “Reforço que eles (os clientes) podem continuar contando conosco para enfrentar esse desafio”, disse, após o Itaú vencer na categoria de maior banco.

O presidente da Shell Brasil, André Araujo, também destacou as dificuldades de se trabalhar em plena pandemia e agradeceu aos funcionários pelos resultados atingidos pela empresa apesar do cenário adverso. “Mesmo com grande parte trabalhando remotamente há quase nove meses, cada um deles (dos funcionários) tem participação no prêmio que ganhamos hoje.” A Shell venceu na categoria Mineração, cimento e petróleo e também na de Grandes grupos.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), falou brevemente no evento online e parabenizou as empresas premiadas. Ele disse que espera aprovar ainda este ano a reforma tributária, que está em tramitação na Casa. "Essa reforma é fundamental para o ambiente de negócios", frisou. Para Maia, a economia do País não vai crescer cortando despesa, mas apenas se o ambiente de negócios melhorar. 

Confira todos os vencedores do Empresas Mais

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.