CEF atinge 500 mil contas populares

O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso, anunciou que a CEF atingiu hoje 500 mil contas populares. Cerca de 10% desse total já estão habilitadas a receber o empréstimo de R$ 200, colocados à disposição, pela instituição, com prazo de pagamento de quatro meses e juros de 2% ao mês. Mattoso encerrou no início da tarde de hoje sua participação na audiência pública da Comissão de Desenvolvimento Urbano e Interior, na Câmara dos Deputados. Ele defendeu que o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) não seja desviado para o financiamento de outras atividades e se volte basicamente para habitação e saneamento básico, como já é hoje. "Essa discussão vai cair, na medida que a economia se desenvolver", disse Mattoso, lembrando que toda vez que a economia atravessa alguma dificuldade momentânea, o FGTS é sempre lembrado para outras finalidades.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2003 | 13h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.