finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

CEF concederá crédito com desconto em folha para comerciários

O Sindicato dos Comerciários de São Paulo fechou acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF) para que os comerciários de São Paulo, que totalizam 430 mil trabalhadores, possam obter empréstimos com desconto das parcelas na folha de pagamento. Primeiramente as lojas terão que negociar individualmente com a CEF e depois disso o empregado pode solicitar o financiamento. A documentação, entretanto, tem que ser aprovada pelo sindicato.De acordo com o presidente da entidade, Ricardo Patah, o acordo é diferente daqueles assinados com bancos pela CUT e pela Força Sindical. Os comerciários (sócios ou não) vão pagar o mesmo juro que varia de 1,75% a 3,3% ao mês. Mas se a loja for correntista da Caixa, a taxa pode ser mais baixa.O empréstimo só pode ser concedido ao trabalhador que tem no mínimo seis meses de casa e o valor limite é 30% do seu salário. O prazo máximo de pagamento é de 36 meses. Segundo Fernando Nogueira da Costa, vice-presidente do banco, não há limite de recursos direcionados a esta linha de crédito e todas agências em São Paulo estão autorizadas a concedê-la.

Agencia Estado,

04 de novembro de 2003 | 14h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.