Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

CEF espera emprestar R$ 14 bi para habitação até final do ano

A presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Maria Fernanda Ramos Coelho, disse nesta segunda-feira que o volume de empréstimos para a Habitação este ano deverá atingir o recorde histórico de R$ 14 bilhões, superando a meta inicial da instituição, de R$ 10,3 bilhões. Dos R$ 14 bilhões, R$ 9,4 bilhões deverão estar vinculados ao FGTS, e 75% do total irão para famílias com renda 5 salários mínimos. O porcentual do FGTS para famílias com esta renda se manterá em 86%. De janeiro a outubro, a Caixa emprestou R$ 11,1 bilhões para a Habitação, com crescimento de 104% sobre igual período no ano passado. Segundo Maria Fernanda, este ritmo de crescimento deverá se manter até o final do ano, em conseqüência do lançamento, feito nesta segunda no Rio, da nova modalidade de empréstimo para a classe média, com juros pré-fixados a partir de 11,9% ao ano e sem cobrança da Taxa Referencial (TR).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.