CEF informa, em nota, que já reduziu juros em abril

A Caixa Econômica Federal (CEF) divulgou nota em que afirma que está fazendo sua parte para ajudar a mudar o cenário de escassez de crédito comercial. "Em abril, se comparados com as taxas médias praticadas no mercado, os juros e os spreads (diferença entre a taxa de captação de recursos junto aos investidores e os juros cobrados nos empréstimos) médios de crédito comercial da Caixa foram seis pontos porcentuais inferiores para as pessoas jurídicas e três pontos porcentuais inferiores para as pessoas físicas", diz a nota. A instituição emitiu o comunicado em função da informação de que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deseja que os bancos públicos atuem no mercado com juros e spreads menores que os de instituições financeiras privadas. No primeiro trimestre do ano, a Caixa diz ter aplicado R$ 23,6 bilhões em operações de crédito, sendo 64,7% em financiamento habitacional e 27,4% em empréstimos da carteira comercial. Já o Banco do Brasil (BB) disse que não fará, no momento, nenhum comentário sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.