CEF paga número recorde de abono do PIS

Um número recorde de trabalhadores está recebendo o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) no exercício 2004/2005, segundo informou hoje a Caixa Econômica Federal. A instituição já pagou o abono no valor de um salário mínimo a 6,7 milhões de trabalhadores, o equivalente a 83% do total de pessoas com direito ao benefício. O valor liberado alcança R$ 1,7 bilhão, o maior já pago na história do programa.No exercício anterior (2003/2004) foram pagos 6,56 milhões de abonos salariais, no valor de R$ 1,52 bilhão. A Caixa avisa que os trabalhadores que ainda não foram buscar o benefício podem procurar suas agências até o dia 30 de junho. Pelos dados disponíveis 1,1 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o abono.Têm direito ao abono salarial do PIS os trabalhadores cadastrados no programa há pelo menos cinco anos, que tenham trabalhado pelo menos 30 dias com carteira assinada em 2003 e que tenham recebido, em média, até dois salários mínimos por mês de salário. Os demais trabalhadores têm direito ao saque do rendimento das contas.Para o saque do rendimento a Caixa identificou um universo de 31,7 milhões de trabalhadores. Desse total 13,1 milhão já sacaram o equivalente a R$ 237,72 milhões. Ao contrário do abono, o rendimento não sacado retorna para a conta do trabalhador. Já o abono salarial que não for sacado até a data limite retorna para o patrimônio do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.