CEF reduz juros de empréstimos pela sexta vez no ano

Redução, que se antecipa à decisão do Copom sobre a Selic nesta quarta, vai beneficiar 18 linhas de crédito

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

09 de junho de 2009 | 15h21

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira, 9, a redução dos juros cobrados nos empréstimos a pessoas físicas e jurídicas. Segundo o banco, a medida "antecipa" a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), que anuncia nesta quarta decisão sobre o juro básico da economia.

 

Veja também:

especialVeja a evolução da Selic

 

A partir da próxima segunda-feira, 18 linhas de crédito da Caixa serão beneficiadas pela redução, a sexta anunciada pelo banco em 2009. Ao todo, são oito carteiras voltadas às famílias e de dez modalidades para empresas.

 

Para pessoa física, o juro mínimo do crédito consignado de aposentados caiu de 0,88% ao mês para 0,85%. No penhor, a taxa caiu de 2,10% para 2,08%. No crédito pessoal, a taxa mínima passou de 3,85% para 3,80% ao mês. No cheque especial, o juro mínimo caiu de 1,27% para 1,20%.

 

"Analisando o comportamento das curvas de juros futuras, a Caixa resolveu reduzir as taxas de vários produtos", afirma em nota o vice-presidente de Finanças do banco, Márcio Percival. Na mesma nota, a presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, ressaltou que a medida mostra que o banco cumpre o papel de banco público. "Nossa atuação aponta claramente que estamos cumprindo nossa missão de banco público, ampliando a oferta de crédito e reduzindo os juros com sustentabilidade".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.