Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

CEF também decide reduzir juros

A Caixa Econômica Federal anunciou hoje a quinta redução das taxas de juros de suas linhas de crédito desde junho passado. A taxa média dos juros do cheque especial para pessoa física foi reduzida de 3,94% para 3,80% ao mês. Os juros da linha de crédito direto ao consumidor foram reduzidos de 5,96% para 5,81% ao mês. A taxa para capital de giro da CEF caiu de 2,61% para 2,47%. A taxa máxima de juros do cheque especial para pessoas jurídicas caiu de 7,45% para 7,31% e a taxa mínima foi reduzida de 5,86% para 5,71% ao mês.

Agencia Estado,

17 de setembro de 2003 | 19h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.