finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

CEF terá caixas eletrônicos em padarias em junho

No dia 6 de junho, os clientes da Caixa Econômica federal (CEF) já poderão sacar dinheiro em caixas eletrônicos espalhados por 100 padarias da Grande São Paulo. Hoje, já existem 62 terminais do Pop Banco montados dentro destes estabelecimentos, mas ainda não é possível efetuar movimentação financeira, apenas consultas de saldo, pois os equipamentos operam em caráter experimental. Segundo o presidente do conselho do PopBanco, Mauro Motoryn, a pretensão é de que os caixas se transformem em verdadeiros bancos. "A idéia é que os equipamentos funcionem como agências completas, onde se possa abrir e pagar contas, retirar extrato, solicitar empréstimos, consultar o FGTS, entre outras coisas", explica. Mesmo em fase de testes, os caixas já instalados em padarias possibilitam a consulta de saldo e a impressão do comprovante do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do CRF (Certificado de Regularidade do FGTS), que permite conferir se a situação do empregador está regularizada junto ao FGTS. Além desses serviços, o Pop Banco já oferce e-mail gratuito. Para os não alfabetizados, existe o serviço de Voice Mail, pelo qual é possível gravar uma mensagem de até 30 segundos e enviar pelo correio eletrônico. Os terminais ainda possuem instruções para o usuário que pretende tirar carteira de identidade ou CPF e não sabe que órgãos governamentais procurar. Mais terminais a partir de julho No dia 30 de julho começa o início dos planos de expansão. "A partir daí projetamos a instalação de 2500 máquinas por ano em todo o Brasil e o atendimento a 5 milhões de pessoas", destaca Motoryn. A expectativa é de que o projeto conte com a adesão de 52 mil padarias em todo o Brasil. Posteriormente, os serviços públicos oferecidos pelos terminais serão ampliados. O usuário poderá marcar consultas no SUS, registrar boletim de ocorrência, falar com a administração regional de seu bairro e fazer reservas de matrículas escolares pelo terminal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.