Celular: maior controle contra furto

Desde ontem os aparelhos de telefone celular furtados ou perdidos não devem mais ser indevidamente habilitados pelas operadoras. A Associação Nacional das Prestadoras de Serviço Móvel Celular (Acel) apresentou ao presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Renato Guerreiro, o Cadastro de Estações Móveis Impedidas. Com a criação desse cadastro, será possível saber, em todo o País, a procedência do aparelho que está sendo habilitado.Segundo o responsável pela administração do Cadastro na Acel, Paulo Cesar Teixeira, o usuário que tiver aparelho roubado deverá entrar em contato com a operadora para que o número de série do telefone seja incluído no cadastro, ficando automaticamente impedido de ser habilitado em qualquer outra operadora. O assinante terá cinco dias de prazo para providenciar um boletim de ocorrência, feito em delegacia de polícia.Teixeira disse que os furtos de cargas de celulares serão também incluídos no cadastro, após registro da ocorrência. O presidente da Anatel admitiu que a agência já vinha insistindo na necessidade de criação de um cadastro nacional porque as empresas faziam o controle de forma isolada. "O mais importante é a segurança para o cidadão", observou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.