Celular TDMA: seis meses de atraso

A Gradiente vai lançar o primeiro aparelho celular do padrão Time Division for Multiple Acces (TDMA) com o protocolo WAP, que permite acesso à Internet na próxima semana. Esse lançamento antecipa em duas semanas a expectativa das operadoras que adotaram a tecnologia TDMA, como a ATL, que atende o Rio de Janeiro e o Espírito Santo na banda B, mas chega ao mercado com seis meses de atraso em relação às projeções iniciais.Além da Gradiente, a Ericsson e a Nokia são fornecedoras que têm recebido encomendas das operadoras. O gerente de projetos especiais da ATL, Alex Waiberg, disse que os fabricantes informaram na semana passada que os aparelhos estariam disponíveis apenas em meados de novembro. A Ericsson pretende apresentar o primeiro modelo TDMA/WAP ainda este mês e a Nokia mantém o lançamento para novembro.A ATL já tem o portal WAP e a campanha de marketing prontos, aguardando a oferta de celulares. Com o lançamento dos produtos, a operadora precisaria de menos de uma semana para começar a oferecer o serviço. As operadoras de telefonia celular no padrão Code Division for Multiple Access (CDMA) - Telesp Celular, Global Telecom e Telefônica Celular - lançaram os serviços de Internet móvel em julho, ganhando uma vantagem de quatro meses sobre os concorrentes. Nesse meio tempo, as empresas que operam no TDMA optaram por serviços de mensagens, como o Telexpress, da ATL, e o BCP Link, da BCP, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.