Celulares devem ter alta de 12%

O mercado brasileiro de celulares deverá crescer, em 2008, de 10% a 12%. A expectativa é do presidente da Associação Nacional das Operadoras Celulares (Acel), Ércio Zilli. Em 2007, o número de celulares deve alcançar 118 milhões, o que representará um avanço de 18% em relação a 2006. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o mercado brasileiro chegou, em outubro, a 114,7 milhões de celulares. Para alcançar a estimativa de 2007, as vendas dos dois últimos meses do ano têm de superar os 3 milhões. Zilli lembrou que, no fim de 2006, as projeções apontavam para um aumento de apenas 14% em 2007. Segundo ele, ainda há espaço para expansão, se for levada em conta a densidade nacional, que é de 60 telefones para 100 habitantes. Mas, em algumas regiões, como no Distrito Federal, há mais de um celular por pessoa - 113 para 100 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.