Cemar pede autorização para venda de capital

A Companhia Energética do Maranhão (Cemar) informou que solicitou à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que aprove a venda de 90% do capital social da empresa, hoje em poder da americana PPL Corporation. A participação da PPL na Cemar seria comprada pela também americana Franklin Park Energy. A Cemar pediu à Aneel que decida sobre o pedido até o dia 15 de agosto. A compra das ações, segundo nota divulgada pela Cemar, seria feita pelo valor nominal dos papéis. "A transferência da propriedade da PPL para a Franklin Park não deve alterar em nada as operações de dia-a-dia da Cemar, que manterá os mesmos padrões de qualidade elevados que sempre caracterizaram a gestão da PPL", diz a nota. "A Franklin Park traz a possibilidade futura de investimentos adicionais de capital para a Cemar, e a Franklin Park está em boa condição para implementar a reestruturação financeira necessária para a recuperação da saúde financeira da Cemar," disse o presidente da PPL, William F. Hecht. O executivo disse que a PPL ficou com duas alternativas depois que a Aneel recusou um pedido de revisão extraordinária das tarifas da distribuidora: a venda ou a concordata. Segundo ele, o controle teria sido oferecido a mais de 40 empresas. A Aneel informou que já recebeu a proposta da PPL e solicitou a documentação necessária. Um dos aspectos que a Aneel leva em conta para autorizar a transferência de controle de empresas do setor é eventual concentração de mercado que possa ser gerada pela operação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.