Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Cemig confirma interesse em participar do leilão da Cesp

O presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Djalma Bastos de Morais, confirmou hoje que a companhia tem interesse em participar do leilão da Companhia Energética de São Paulo (Cesp). Apesar da restrição da legislação do Estado de São Paulo, que impediria a presença de empresas estaduais no leilão, o executivo avalia que a companhia poderia reunir de três a quatro sócios e participar de forma minoritária da disputa, a exemplo do que ocorreu com a Light. Morais revelou que a Cemig já conversa com alguns eventuais parceiros na disputa pela Cesp.No caso da Light, a Cemig venceu a concorrência junto com três sócios e adquiriu o controle da companhia. Da mesma forma, utilizou a mesma estratégia para comprar o controle de cinco linhas de transmissão reunidas na Transmissoras Brasileiras de Energias (TBE). "Não julgo que a legislação seja um impeditivo para a Cemig", afirmou.Morais informou ainda que a companhia já acessou o data-room e irá avaliar inclusive a renovação das concessões de algumas usinas que estão vencendo. Este ponto, segundo ele, será avaliado como um risco ao processo, mas, conforme o executivo, já houve precedentes em relação às usinas de Furnas e da Cemig. Ele acredita que haverá prorrogação das concessões. "Este é um bom ativo e será levado à avaliação do nosso conselho de administração."Apesar de o executivo não considerar que a legislação atual é um impeditivo, os representantes do governo do Estado de São Paulo foram enfáticos ao afirmar, na audiência pública sobre a venda da Cesp realizada em janeiro deste ano, que a participação de estatais de outros Estados era proibida, mesmo que com participação minoritária em parceria com empresas privadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.