Cenário externo ainda afeta negócios no mercado

O cenário internacional deve continuar mexendo com os negócios no mercado financeiro no Brasil. Na Argentina, a situação deverá ficar mais estável com a confirmação de um pacote de ajuda externa ao país. Além disso, a quantia que será destinada à economia argentina também é importante, já que será usada para honrar as dívidas do país no próximo ano.Nos Estados Unidos, a Nasdaq - bolsa que negocia papéis do setor de tecnologia e Internet - chegou ontem ao seu nível mais baixo registrado no último ano. Os balanços trimestrais das empresas continuam sendo o principal motivo para o pessimismo no mercado de acionário. Além disso, a indefinição sobre o próximo presidente do país também pode ter alguma interferência no rumo dos negócios.Cenário no BrasilMesmo com a situação mais tranqüila na economia brasileira, o mercado financeiro tem apresentado reações desfavoráveis em função da instabilidade no cenário externo. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) vem refletindo o baixo desempenho da Nasdaq. Depois de acumular uma queda de 1,74% ontem, os negócios abriram um pouco menos instáveis hoje e há pouco a Bolsa registrava leve alta de 0,17%.No mercado de juros e câmbio, os negócios estão um pouco mais estáveis, depois da forte alta apresentada na última semana. No início da manhã, os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 18,050% ao ano, frente a 18,200% ao ano registrados ontem. O dólar comercial está cotado a R$ 1,9460 na ponta de venda dos negócios - queda de 0,31%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.