Centrais fazem ato em SP para pressionar por queda da Selic

Ato será realizado na 3ª feira em frente ao BC e terá representantes de cinco entidades de classe

Agência Estado,

28 de novembro de 2011 | 13h06

SÃO PAULO - No mesmo dia em que o Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne para dar início ao encontro que decidirá sobre os juros básicos da economia (Selic), cinco centrais sindicais marcaram para amanhã, 29, um ato em frente ao Banco Central (BC), em São Paulo, para pressionar pela queda da atual taxa de 11,50% ao ano. Participam da manifestação, agendada para às 10 hora, Força Sindical, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) e União Geral dos Trabalhadores (UGT).

"Precisamos aumentar a produção, o consumo e o nível de emprego no País. Baixar os juros significa um passo nessa direção", disse o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, em nota distribuída pela entidade.

O Copom inicia sua reunião amanhã e na quarta-feira vai anunciar sua decisão de política monetária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.