Centrais preparam nova greve geral na Grécia

Protesto de 48 horas terá data definida quando for divulgada a votação do pacote de austeridade de 28 bi de euros pelo Parlamento

Dow Jones Newswires, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2011 | 00h00

As duas maiores centrais sindicais da Grécia anunciaram ontem uma nova greve geral de 48 horas, sem data determinada, contra o pacote de austeridade, horas depois de o governo socialista ter anunciado uma ampla reformulação de seu gabinete com o objetivo de suavizar o crescente descontentamento da população.

O protesto, que será a segunda greve geral convocada neste mês, ocorre no momento em que o Parlamento grego se prepara para debater o duro pacote de cinco anos de ? 28 bilhões que o país prometeu aos credores internacionais.

O Parlamento deve debater as medidas ainda neste mês. A votação final deve ocorrer por volta de 30 de junho.

"Nós anunciamos uma nova greve de 48 horas para os dias nos quais o Parlamento for debater o pacote", disse Stathis Anestis, porta-voz da central sindical GSEE, que congrega sindicatos do setor privado. "A data exata não foi escolhida. Ela será decidida quando a data final da votação for estabelecida." Ele disse que a greve será coordenada com a central sindical dos funcionários do setor público, a Adedy.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.