Centrais sindicais se reúnem para discutir demissões na Volks

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical irão se reunir na sexta-feira em São Bernardo do Campo, através das comissões de fábrica das unidades da Volkswagen de São José dos Pinhais, de São Bernardo do Campo e de Taubaté, para discutir sobre as demissões na montadora e para elaborar ações conjuntas em defesa dos empregos dos trabalhadores. A Volks anunciou na quarta-feira a demissão de cerca de 6 mil trabalhadores.De acordo com nota enviada à imprensa, a discussão só deve produzir frutos na próxima terça-feira, quando os presidentes da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM), filiada à Força Sindical, Eleno Bezerra, e da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM), da CUT, Carlos Alberto Grana, irão se reunir na sede da Força para então divulgar a estratégia adotada pelas centrais para lidar com o problema."Essa questão envolve toda a cadeia produtiva. Se a Volks concretizar o seu plano, o número de demitidos será muito maior, pois, para cada trabalhador demitido na montadora três outros são demitidos na cadeia. Só o setor de autopeças emprega mais de 100 mil pessoas no País", afirmou Bezerra.

Agencia Estado,

04 de maio de 2006 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.