CEO da Volks lutará por cargo, dizem fontes

O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2015 | 02h05

A Volkswagen mergulhou em uma crise de liderança após o presidente Martin Winterkorn afirmar ontem que lutará por seu cargo, mesmo sem a confiança do presidente do conselho da empresa. Ferdinand Piech, que passou quase 22 anos no comando da empresa, disse que tem "se distanciado" de Winterkorn. O comentário é visto como prejudicial à intenção de Winterkorn de renovar o seu contrato, que expira em dezembro de 2016, e assumir o conselho de administração quando Piech se aposentar.

Tudo o que sabemos sobre:
O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.