Cepal prevê que Brasil crescerá 4,8% neste ano

A economia da América Latina crescerá4,7 por cento em 2008, frente à expansão de 5,7 por cento noano passado, estimou nesta terça-feira o secretário-executivoda Cepal, José Luis Machinea. Ele acrescentou prever que a economia do Brasil cresça 4,8por cento neste ano, número um pouco superior à previsão domercado do país, de 4,60 por cento, segundo o Focus destamanhã, mas similar à última previsão do Banco Central publicadano Relatório de Inflação. O prognóstico para o México é de expansão de 2,7 por centoe para a Argentina, de 7 por cento. "Estamos prevendo que a América Latina crescerá 4,7 porcento este ano, em parte incentivada pelo crescimento do anopassado", disse Machinea a jornalistas. Ele disse ser improvável que a crise hipotecária dos EUAimpacte os mercados financeiros da América Latina, mas que adesaceleração norte-americana atingirá os países mais pobres eos mais dependentes de exportações para lá. "Haverá uma recessão suave nos Estados Unidos, mas nósachamos que o impacto sobre a América latina não será grande",disse. A previsão da Cepal para o crescimento do China é de 4,5por cento e para a Venezuela e a Colômbia é de 6 por cento. (Reportagem de Rodrigo Martínez)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.