Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Cerca de 9 milhões de brasileiros ainda não fizeram a declaração do IR 2019

Prazo para entrega termina na próxima terça-feira, dia 30 de abril; este ano a Receita passou a exigir a informação do CPF das crianças de qualquer idade

Talita Nascimento, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2019 | 13h54

A quatro dias do prazo final para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2019, foram recebidas, até as 11h desta sexta-feira, 26, pouco mais de 21 milhões de declarações. De acordo com a expectativa da Receita Federal, cerca de 9 milhões de brasileiros ainda não prestaram conta de seus rendimentos ao governo. A entrega pode ser feita até o dia 30 de abril.

A grande novidade deste ano, de acordo com Luiz Marcelo Turazza, auditor fiscal da Receita em São Paulo, é a obrigatoriedade de informar o Cadastro de Pessoa Física (CPF) das crianças. Agora, todos os dependentes devem ser declarados com o número de CPF, o que impede, por exemplo, que o filho conste na declaração do pai e da mãe ao mesmo tempo.

Para obter o documento, o contribuinte precisa ir a uma agência do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios, apresentar certidão de nascimento ou RG da criança, o RG do responsável e pagar taxa de R$ 7,50 - o número é gerado na hora. O limite de dedução por dependente é de R$ 2.275,09.

Confira no vídeo abaixo algumas outras dúvidas que o auditor esclareceu ao Estadão:

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.