Reprodução
Reprodução

Cervejarias preparam ofensiva de marketing nos EUA

Enquanto AB InBev e SABMiller se preparam para fechar um dos maiores negócios da história, executivos lutam para ganhar participação no mercado

Agências Internacionais

19 Outubro 2015 | 02h05

Enquanto os executivos globais da AB InBev e da SABMiller trabalham para finalizar o acordo que vai formar uma gigante responsável por produzir um terço da cerveja no mundo, suas principais marcas nos Estados Unidos têm um objetivo mais imediato.

Ambas precisam impulsionar suas vendas e ganhar mercado principalmente em cima das microcervejarias artesanais. Para atingir essa meta, os executivos de marketing das duas companhias terão de suar a camisa, com suas respectivas agências de publicidade.

Nos próximos meses, segundo informações do site americano especializado em publicidade Advertising Age, as duas fabricantes vão lançar novas campanhas de marketing para duas de suas maiores marcas de cerveja nos Estados Unidos, a Bud Light, da AB InBev, e a Coors Light, da SABMiller. As duas marcas têm experimentado queda nas vendas entre os consumidores americanos. A participação de mercado da Bud Light caiu de 19%, em 2010, para 17,5% no ano passado. A Coors Light viu sua fatia cair de 8,5% para 8,2%, de acordo com a Beer Marketer's Insights.

A rival Heineken também não passou ilesa pelos desafios do mercado americano. Sua participação de mercado caiu de 1,9% em 2013 para 1,8% no ano passado.

Das três fabricantes, quem está preparando uma mudança maior do ponto de vista de marketing é a AB InBev. A empresa se prepara para lançar uma nova campanha para a Bud Light, com foco nos jovens.

A empresa ainda não deu detalhes do que vem pela frente, mas seus executivos já adiantaram a contratação de grandes celebridades. A campanha deve ser conhecida em dezembro ou durante o Super Bowl, em fevereiro. Também está prevista uma mudança na embalagem da bebida, com a intenção de destacar a qualidade do produto, disse o vice-presidente de marketing da AB InBev, Jorn Socquet, durante um evento em Las Vegas na semana passada. A ideia vai ao encontro de uma estratégia que já é adotada pelas cervejarias artesanais.

A MillerCoors, joint venture entre a SABMiller e a Molson Coors nos EUA, começou a adotar esse posicionamento para a Coors Light no ano passado. Mas o novo executivo de marketing da companhia, David Kroll, já revelou que a nova campanha, no início do ano que vem, vai fortalecer ainda mais as características "intrínsecas" da bebida.

Embora não deem detalhes, as duas empresas estão preparando uma ofensiva de marketing nos EUA, que deve chegar ao mercado muito antes da conclusão da megafusão.

Mais conteúdo sobre:
cervejaABInBevSABMiller

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.