finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

César Borges menciona que o mercado quer menos DNIT

O ministro dos Transportes, César Borges, sinalizou que o governo não deve ampliar obras em duplicação de trechos rodoviários a serem oferecidos à iniciativa privada, como forma de reduzir o volume de investimentos dos concessionários. "Pelo que entendi, o mercado quer menos DNIT, e não mais", disse a jornalistas nesta quinta-feira.

LU AIKO OTTA, Agencia Estado

19 de setembro de 2013 | 18h09

O ministro se referiu ao chamado ''risco-DNIT'', uma das causas apontadas pelo mercado para a falta de interessados no leilão da BR-262. Borges informou que o governo estuda formas para deixar os empreendimentos mais atraentes, mas não adiantou quais alterações podem ocorrer.

O DNIT é o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Trata-se de uma autarquia federal vinculada ao Ministério dos Transportes que executa obras de infraestrutura rodoviária, ferroviária e hidroviária. Os serviços prestados pela instituição visam implementar a política do Sistema Federal de Viação.

Tudo o que sabemos sobre:
concessõesrodoviasCésar Borges

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.