Cesta básica: aumento de 2,21% no mês

Em agosto, o valor da Cesta Básica do paulistano teve alta de 2,21%, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP em convênio com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese). O preço médio, que no dia 31/07/2000 era de R$135,55, passou para R$138,55.Foram constatadas as seguintes variações por grupo: Alimentação 2,56%, Limpeza 1,95% e Higiene Pessoal -0,14%. A variação acumulada no ano é de -0,32% (base 30/12/99) e, nos últimos 12 meses, de 14,28% (base 31/08/99). Desde o início do Plano Real, a cesta variou 30,22%: Alimentação 27,65%, Limpeza 45,45% e Higiene 36,22%.Os produtos que mais subiram no mês de agosto foram: feijão carioquinha (14,00%), frango resfriado (12,00%), açúcar (10,26%), ovos brancos (7,97%) e carne de segunda sem osso (7,06%). As maiores quedas foram: cebola (32,74%), salsicha avulsa (10,00%), batata (6,90%), sabonete (6,25%) e absorvente (3,85%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.