Cesta básica bate novo recorde no Real

Pela segunda vez no ano, o preço da cesta básica apurado pela Fundação Procon/Dieese registrou o maior valor desde o início do Real, chegando a R$ 141,28. Em 12 de setembro, o recorde até então, o custo médio da cesta era R$ 140,70. Itens como batata, ovos, carne e frango estão entre os que mais pressionam a alta da cesta de 2,91% nos últimos 30 dias. O índice é superior ao registrado no mês de agosto, de 2,21%, período em que tradicionalmente o preço registra queda, com exceção de agosto do ano passado, quanto a cesta teve variação positiva de 0,02%. Desde a implantação do Real, a variação acumulada é de 32,78%. No ano, o aumento registrado está em 1,64% e, nos últimos 12 meses, em 15,02%. A maior média de preço da cesta registrada desde o Real era de R$ 139,91, em 27 de dezembro de 1999. A tendência, no entanto, é de acomodação dos preços e redução dos índices de aumento, segundo o Procon. Os aumentos seriam conseqüência de preços represados durante o primeiro semestre que recuperam patamar agora, principalmente no caso do frango.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.