Cesta básica do paulistano cai 0,33%

Na última sexta-feira a cesta básica do paulistano, pesquisada diariamente pelo Procon/Dieese, teve queda de 0,33%, chegando a R$ 136,97, menor valor desde agosto. O grupo alimentação caiu 0,55%, limpeza e higiene pessoal subiram 0,76% e 0,29% respectivamente. No acumulado do mês de dezembro, a cesta apresenta queda de 1,18% e no ano de 1,46%.Segundo pesquisa do InformEstado, ficaram mais baratos os produtos matinais (1,52%), as bebidas e doces (1,37%), os enlatados (0,85%) os frios e laticínios (0,75%) e os produtos de limpeza (0,09%). Subiram os preços dos produtos de higiene (1,32%), de mercearia (0,78%) e as carnes (0,09%). Os ovos ficaram estáveis. Na comparação com a semana anterior, o estabelecimento com maior reajuste foi o Carrefour Rebouças (2,89%) e o que apresentou maior queda foi o Pão de Açúcar Itaim (7,71%). No acumulado de 2000, as feiras registram aumento de 4,93% e os supermercados de 3,68%. Nas feiras, a alta foi puxada pelos ovos, com reajuste de 8,03% seguida pelo item diversos (cebola, alho e batata) de 2,31%. Tiveram queda os legumes (2,24%), as frutas (2,21%) e as verduras (1,54%). Nos supermercados os diversos subiram 1,70%, as verduras 1,08%, enquanto os ovos permaneceram com preços estáveis. Já os legumes tiveram queda de 6,76% e as frutas de 3,07%.

Agencia Estado,

11 de dezembro de 2000 | 07h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.