finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Cesta básica no RJ sobe 2,66% nos últimos 12 meses

O custo da cesta de compras no município do Rio de Janeiro subiu 0,18% entre os dias 1º e 10 de fevereiro, segundo pesquisa divulgada hoje pelo Instituto Fecomércio-RJ. De acordo com informe da instituição, o aumento reverteu o cenário de queda de 0,14% no custo da cesta, registrado na pesquisa anterior. Com o resultado, o valor total médio dos produtos da cesta ficou em R$ 304,66 nos primeiros dez dias de fevereiro. Já o aumento acumulado no custo da cesta, no período compreendido entre 8 de janeiro e 10 de fevereiro, ficou em 1,35%, segundo o instituto. Por sua vez, nos últimos 12 meses, a alta média acumulada no custo das cestas de compras foi de 2,66%.Ao detalhar a pesquisa, o instituto informou que, segundo a análise, dos 39 produtos pesquisados, 21 apresentaram variação positiva de preços nos primeiros dias de fevereiro. "A influência mais forte veio da cenoura, batata e banana prata, que tiveram os maiores reajustes, não somente nesses dez dias mas também no período mensal, em função da entressafra", explicou a instituição, no comunicado.No período de dez dias, as altas de preço mais expressivas foram registradas em cenoura (6,72%), batata (6,44%), banana prata (5,98%) e tomate (3,37%). Em contrapartida, as maiores quedas de preços foram observadas em ovo (-3,22%), queijo prato (-2,80%) e cebola (-2,73%). Durante os primeiros dez dias de fevereiro, a alta de custos atingiu todas as famílias das dez faixas de renda analisadas pelo Instituto Fecomércio-RJ. Já no período acumulado, entre 8 de janeiro e 10 de fevereiro, os produtos que mais subiram de preço foram: banana prata (38,37%), batata (23,54%) e cenoura (22,15%). Em contrapartida, no mesmo período, houve queda expressiva no preço dos ovos (-7,37%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.